Determinação da respiração do solo


        Em uma análise volumétrica, a quantidade de um constituinte de interesse (amostra) é determinada através da reação desta espécie química com uma outra substância em solução, chamada solução-padrão, cuja concentração é exatamente conhecida. Sabendo-se qual a quantidade da solução-padrão necessária para reagir totalmente com a amostra e a reação química que ocorre entre as duas espécies, tem-se condições para se calcular a concentração da substância analisada.
       Através da volumetria de neutralização é possível determinar a respiração do solo. Esta respiração é estimada pela quantidade de CO2 liberado num período de sete e cinco dias de incubação, respectivamente. O CO2 liberado reage com uma solução de NaOH padronizado. Este NaOH é titulado no final da incubação e a diferença nos dá a taxa de respiração.


Materiais:
  • NaOH em pastilhas
  • HCl 0,5 mol/L
  • Fenolftaleína
  • Água destilada fervida
  • Amostra de solo
  • Pipeta de 10 mL
  • Balão volumétrico de 1000 mL
  • 1 frasco plástico limpo e seco com tampa
  • 2 frascos pequenos
  • Recipiente de plástico com tampa

Procedimento

1 - Preparo da solução de NaOH 0,5000 mol/L

  • Pese 20g de NaOH em pastilhas, rapidamente para que esta não reaja com o CO2;
  • Dissolva em água destilada fervida, completando o volume para 1000mL;
  • Homogeneize bem a solução e transfira para um frasco de plástico limpo e seco;
  • Feche e rotule o frasco;
  • Padronize a solução;

      Observações:

  • NaOH é higroscópico. As pastilhas contêm Na2CO3;
  • Cuidado ao manusear NaOH;
  • Água destilada e fervida é usada para minimizar a quantidade de CO2 dissolvida;
  • Massa e volume aproximados porque a solução será posteriormente padronizada, isto é, terá sua concentração exata determinada;
  • Armazenamento de solução de NaOH em frasco plástico porque NaOH ataca o vidro (NaOH reage com os silicatos que constituem o vidro);

2 - Incubação do solo com a solução de NaOH

  • Pese uma amostra de 50 g de solo e coloque em um frasco pequeno.
  • Pipete 10 mL de solução de NaOH padronizada em outro frasco.
  • Coloque os dois frasco dentro de um recipiente de plástico e feche bem para que não haja entrada de ar de fora.
  • Deixe estes frasco por 7 dias. O branco será feito pela professora.
3 - Determinação da taxa respirométrica

       Após o período de incubação, retire o NaOH do recipiente plástico e titule imediatamente com solução de HCl 0,5mol/L, juntando duas gotas de fenolftaleína. Calcule a quantidade de CO2 produzido pelo solo.

onde,
R= quantidade CO2-C liberado
B= Média das amostras em branco;
A= Valor da titulação da amostra com NaOH;
C= Concentração exata do HCl;

Início da página                       Voltar