Matéria orgânica no solo

       Embora um solo produtivo seja composto de menos que 5% de matéria orgânica esta determina em grande parte a produtividade do solo. Serve como uma fonte de alimento para microrganismos através de reações químicas, influenciando nas propriedades físicas do solo. Algumas combinações de compostos orgânicos contribuem até mesmo no desgaste de matéria mineral, o processo pelo qual o solo é formado. Por exemplo, C2O22-, (íon de oxalato), produzido através do metabolismo de fungos do solo, quando presente na água do solo, dissolve minerais, enquanto acelera o processo de desgaste, aumentando assim a disponibilidade de espécies de íons nutrientes. Este processo de desgaste envolve complexação de oxalato de ferro ou alumínio em minerais, representados pela reação abaixo na qual M é Al ou Fe.

3H+ + M(OH)3(s) + M(C2O4)2-(aq) + 2Ca2+(aq) + 3H2O

       Componentes biologicamente ativos da fração orgânica do solo incluem polissacarídeos, aminoácidos, nucleotídeos, enxofre orgânico e combinações de fósforo. Húmus, um material insolúvel em água que biodegrada muito lentamente, compõe a maior parte da matéria orgânica do solo.

Componentes Orgânicos do solo
Tipo de Componente Composição Signigicado
Húmus Resíduo da degradação do apodrecimento de plantas, em grande parte C, H e O. Componente orgânico mais abundante, melhora propriedades físicas do solo, troca de nutrientes, reservatório de N fixo.
Gorduras, resinas e ceras Extraídos de lipídios através de solventes orgânicos. Pequena parte da matéria orgânica do solo, pode afetar as propriedades físicas do solo repelindo água, pode ser fitotóxico.
Sacarídeos Celulose, amido, hemicelulose, gomas. Principal fonte de alimento para microrganismos do solo, ajuda na estabilização de agregados do solo.
Nitrogênio orgânico Nitrogênio ligado ao húmus, aminoácidos e outras composições. Fornece nitrogênio para fertilidade do solo.
Compostos de fósforo Éster fosfatos, inositol fosfatos (ácido fítico), fosfolipídios. Fonte de fosfato para a planta.
(Manahan, 1997)

       O acúmulo de matéria orgânica no solo é influenciado fortemente pela temperatura e pela disponibilidade de oxigênio. Como a taxa de biodegradação diminui com o declínio da temperatura, a matéria orgânica não degrada rapidamente em climas mais frios e tende a formar o solo. Em água e em solos com grandes quantidades de água, a vegetação que se deteriora não tem acesso fácil a oxigênio, acumulando matéria orgânica. O conteúdo orgânico pode alcançar 90% em áreas onde plantas crescem e se deterioram em solos saturados com água.

Húmus no solo

       Dos componentes orgânicos listados, o húmus do solo é o mais significante. Húmus é composto de frações solúveis chamadas ácidos húmicos e fúlvicos, e uma fração insolúvel chamada humina. É o resíduo originado quando bactérias e fungos biodegradam o material das plantas. A maior parte da biomassa da planta consiste em celulose relativamente degradável e lignina resistente à degradação. Entre os principais componentes químicos da lignina estão os anéis aromáticos conectados por cadeias de alquilas, grupos metilas, e grupos hidroxilas. Estes artefatos estruturais acontecem no húmus do solo e dão a ele muitas de suas propriedades características.

Início da página                      Voltar