botao inicio - para substituir logotipo                                       portugues   english                              canaiswebmailbusca

25 Anos da UENF: programação

UENF completa 25 anos de existência

Em 16 de agosto de 1993, era realizada a primeira aula magna da recém criada Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF). Os 25 anos da UENF serão comemorados nesta quinta-feira, 16/08/18, às 14h, durante Sessão Solene do Conselho Universitário da UENF (CONSUNI), no Centro de Convenções. Mas, durante toda a semana, haverá eventos comemorativos.

uenf

O primeiro ocorre na terça-feira, 14/08, às 14h30, com a reabertura do Espaço da Ciência da UENF. O evento contará com visita à exposição e exibição de filmes de divulgação científica produzidos pelo Espaço da Ciência, que foi reformado para acomodar mais 100 animais empalhados doados pelo Museu de Taxidermia de Nova Friburgo. Inaugurado em 1999, o Espaço da Ciência funciona desde 2009 em uma tenda de 300m2 no campus da UENF, tendo recebido, desde sua implantação, mais de 65 mil visitantes. Veja aqui mais informações.

espaço-da-ciencia-reformadoO Centro de Biociências e Biotecnologia da UENF (CBB) realiza dois eventos comemorativos. Na quinta, 16/08, às 9h, será realizado o evento “Reinauguração e Novos Homenageados: Painel do Mérito Científico do CBB”, no 1º andar do P2. E na sexta-feira, 17/08, ocorrerá o “CBB 25 Anos: Nossos Egressos”, a partir das 8h, no Centro de Convenções. Veja aqui a programação do CBB.

Na quinta, 16/08, às 11h, será aberta a Exposição de Fotografias “A UENF: uma trajetória histórica-social nos 25 anos, uma memória”, realizada pelo Centro de Memória da UENF (CEM). As fotos mostram a trajetória social da UENF desde quando ela foi pensada até os dias atuais e integra o acervo documental do CEM. Na oportunidade também serão lançados três produtos financiados através de um projeto contemplado pela Faperj: um cartão postal, um álbum de figurinhas e um paper toy.

Ainda na quinta, 16/08, às 14h, será realizada a Sessão Solene do CONSUNI, na qual serão feitas várias homenagens. Serão homenageados 51 servidores que estão na Universidade desde o seu início, bem como os sete servidores aposentados entre setembro de 2017 e agosto de 2018, além das seguintes instituições: Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, Águas do Paraíba, Associação de Imprensa Campista, Comissão de Educação da Alerj, Faperj e empresa Ferthymar.

Sonho antigo dos campistas que virou realidade

Darcy-e-Brizola-3Sonho antigo dos campistas, a UENF começou a virar realidade a partir de uma grande campanha popular realizada em Campos dos Goytacazes em 1989. A campanha resultou em um abaixo-assinado com mais de 4 mil assinaturas, o qual embasou a emenda constitucional que estabelecia a criação da UENF.

Inserida no artigo 49 das Disposições Transitórias da Constituição do Estado do Rio de Janeiro, a criação efetiva da UENF ocorreu com a Lei 1.740, de 08/11/90, que autorizava o Poder Executivo a criar a Universidade Estadual do Norte Fluminense, com sede em Campos dos Goytacazes. Em 27/02/91, o decreto 16.357 criava a UENF e aprovava seu Estatuto.

Ao tomar posse como governador do Estado em 1991, Leonel Brizola delegou ao professor Darcy Ribeiro a tarefa de conceber o modelo e coordenar a implantação da UENF. Em 23/12/91, o decreto 17.206 instituiu, junto à Secretaria Extraordinária de Programas Especiais, a Comissão Acadêmica de Implantação. Em 10/12/92, foi aprovada a Lei 2.043/92, de autoria do deputado Fernando Leite, criando a Fundação Estadual do Norte Fluminense, com o objetivo de manter e desenvolver a UENF.

Coube ao arquiteto Oscar Niemeyer elaborar o projeto arquitetônico do campus universitário, que hoje dá o nome ao Centro de Convenções da UENF. O primeiro vestibular para a UENF foi realizado em 03/06/93 e a primeira aula, em 16/08/93. Doada em testamento por Finazinha Queiroz para ser a sede de uma futura universidade que viesse a ser instalada em Campos, a Casa de Cultura Villa Maria foi inaugurada em 08/12/93.

Saiba mais sobre a história da UENF aqui e aqui.

Veja aqui a Edição Especial da Revista Nossa UENF, de agosto de 2011, com imagens históricas da Universidade.

 


Programação de junho

petroleo e soberania




























Programação de abril

Professor da Uerj aborda "A crise hegemônica no Brasil contemporâneo" 

Como parte das programações pelos 25 anos da UENF, o professor Emir Sader, da Uerj, ministra em em 16/04/18, no Centro de Convenções da UENF,  a Conferência "A crise hegemônica no Brasil contemporâneo". Antes da Conferência, o reitor da UENF, Luís Passoni, será agraciado com a Outorga da Medalha Tiradentes, pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Os eventos terão início às 18h, com entrada aberta a toda a comunidade.

Doutor em Ciência Política pela USP, o professor Emir Simão Sader é diretor do Laboratório de Políticas Públicas (LPP) da Uerj. Atua também como secretário executivo do Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales. Emir Sader tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Estado e Governo.

Emir Sader banner correto-web2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programação de Março

Calendário

Abertura Oficial - Veja aqui matéria sobre a abertura dos eventos.

A UENF dá início nesta segunda-feira, 26/03/18, aos eventos comemorativos pelos seus 25 anos de existência, a serem completados em 16/08/18. Parte das comemorações será uma série de eventos mensais sobre os mais variados temas. A Reitoria convida toda a comunidade a participar. Veja abaixo a programação desta segunda-feira, 26/03:

16h: Abertura Oficial
Reitor da UENF, Prof. Luis Passoni

16h30: Mesa - A inserção da UENF na região
Convidados: Exmos. Prefeitos e Exmas. Prefeitas da região Norte Fluminense; Presidente do FIDESC, Prof Jefferson Manhães; e a Profª Drª Érica Tavares, UFF-Campos/ Deptº de Ciências Sociais

18h30: Palestras - "As lágrimas do Rio": ontem e hoje, a perda de poder de uma capital

Laurent Vidal - Université de la Rochelle/CRHIA: As lágrimas do Rio: o último dia de uma capital. 20 de abril de 1960

Rafael Soares Gonçalves - PUC-Rio/Depto de Serviço Social: O Rio pós Olímpico: da vitrine nacional à intervenção federal

Lagrimas do Rio