17/08/18

logo-informativo.jpg-melhorado-PARA-PORTAL

Campos dos Goytacazes (RJ), sexta-feira, 17 de agosto de 2018 – Nº 3.828

Sessão Solene do CONSUNI comemora os 25 anos da UENF

Vinte e cinco anos depois de atuar como mestre de cerimônias da primeira aula magna da UENF — realizada em 16 de agosto de 1993, no prédio do Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias da UENF (CCTA) — o jornalista Vilmar Rangel abriu, na tarde de ontem, a Sessão Solene do Conselho Universitário (CONSUNI) comemorativa do aniversário da Universidade. Emocionado, Vilmar lembrou que a então presidente da Fenorte, Gilca Wainstein, denominou a primeira aula da UENF de “aula sapientiae“. A aula foi ministrada pelo então chefe da Casa Civil do Estado, Carlos Roberto de Siqueira Castro e teve como título: “Os direitos humanos e a defesa da Constituição”.

Vilmar disse que se sente honrado de ter participado da história da Universidade. Lembrou que também presidiu a cerimônia de transferência do prédio da Casa de Cultura Villa Maria para a UENF, bem como participou do projeto que criou a Assessoria de Comunicação da Universidade. Vilmar foi homenageado pela Reitoria e, em seguida, passou a condução da cerimônia à jornalista Flávia Siqueira.

A mesa solene foi composta pelo reitor da UENF, Luís Passoni; o primeiro reitor da UENF, Wanderley de Souza (que representou todos os demais ex-reitores da Universidade); a vice-reitora, Teresa Peixoto Faria; a diretora científica da  Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) Eliete Bouskela; o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social (SECTIDS), Gabriell Neves; e o primeiro reitor eleito da UENF, Salassier Bernardo.

O secretário Gabriell Neves ressaltou que o diferencial da UENF foi ter sido criada a partir de um projeto inovador de Darcy Ribeiro, no qual laboratórios temáticos e interdisciplinares passaram a substituir os tradicionais departamentos. Destacou ainda o fato de a UENF ter sido a primeira universidade brasileira a exigir doutorado de todos os seus professores.

A diretora científica da Faperj disse que em sua gestão fará o melhor que puder para que as Universidades possam ter possibilidades reais de pesquisa. Eliete informou que a Faperj criará este ano mais 50 bolsas Cientista do Nosso Estado. Ela informou ainda que pediu a cada universidade e instituto de pesquisa sugestões de nomes para compor as coordenações de área da Faperj, o que deverá ser concluido nos próximos dias. “Estamos abertos a qualquer elogio ou reclamação”, disse.

O professor Salassier ressaltou o pioneirismo da UENF em várias áreas, como na implantação do sistema de cotas e no ensino superior a distância, bem como na exigência de que todos os seus professores tenham doutorado. A vice-reitora disse que os 25 anos da UENF mostram a concretização do sonho de Darcy Ribeiro. “Onde quer que ele esteja, está orgulhoso e feliz de ver que a UENF conseguiu alcançar o seu propósito. Se estivesse vivo, certamente estaria à frente de um movimento em prol da educação”, disse Teresa.

Wanderley de Souza, que recebeu o título de doutor Honoris causa, disse que o fato de ter aceito o convite de Darcy para participar da criação da UENF mudou radicalmente sua vida. Segundo o professor, sua atuação na área administrativa e de gestão acadêmica impulsionaram, mais tarde, sua participação também na área política, vindo a ocupar cargos de secretário de Ciência e Tecnologia, vice-ministro dea Ciência e Tecnologia, diretor do Inmetro e da Finep.

Wanderley disse que, diante do atual quadro político, os próximos anos serão muito difíceis para as universidades. Ele observou que o atual Plano Plurianual do Governo não aponta nenhum crescimento no volume de recursos para as áreas de ciência e tecnologia e educação superior.  “As universidades têm que se esforçar para se aproximar mais do setor produtivo. Se quisermos manter o nível atual, temos que captar pelo menos 30% dos recursos do setor privado”, disse.

Em seu pronunciamento, o reitor da UENF afirmou que, apesar das adversidades, a UENF conseguiu vencer todos os obstáculos. “Vencemos todos os desafios pelo caminho. Temos muito o que comemorar. Foram 25 anos destinados à transformação da cidade e da nossa própria vida. Valeu à pena toda a luta e dedicação”, disse Passoni. Ao encerrar a cerimônia, ele convidou a todos para a audiência pública da Comissão de Educação da Alerj que será realizada na UENF nesta segunda-feira, 20/08/18, às 10h, para discutir o sistema de cotas.

Além do título de doutor Honoris causa para o professor Wanderley,  foi entregue também o título de professor emérito da UENF para os professores Vilmar Duas e Lev Okorokov. Durante a cerimônia, foram homenageados os servidores que estão na Universidade desde o seu início, bem como os servidores aposentados entre setembro de 2017 e agosto de 2018, além das seguintes instituições: Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, Águas do Paraíba, Associação de Imprensa Campista, Faperj e empresa Ferthymar.

A solenidade contou ainda com a apresentação de cada Centro da Universidade (CBB, CCH, CCT e CCTA) por seus respectivos diretores: Kátia Valevski Fernandes, Marcelo Gantos, Rodrigo Tavares e José Frederico Straggiotti. A Sessão Solene do CONSUNI foi encerrada com um concerto do Grupo de Música Antiga do Centro de Artes da Universidade Federal Fluminense (UFF) de Niterói, seguido de um coquetel.

CBB 25 Anos: ‘Nossos Egressos’ encerra programação de aniversário da UENF

A programação de 25 anos da UENF seguiu nesta sexta-feira, 17/08/2018, com o evento “CBB 25 Anos: Nossos Egressos”, no auditório IV do Centro de Convenções. Ex-alunos que se formaram no Centro de Biociências e Biotecnologia (CBB) começaram a contar suas trajetórias dentro da UENF e após deixar a Universidade. Ao todo, serão 26 palestrantes, das 8h30 até às 17h30.

A mesa de abertura da cerimônia contou a diretora do CBB, a professora Kátia Fernandes; o reitor da UENF Luis Passoni; e a pró-reitora de graduação Marina Suzuki. O reitor Luis Passoni exaltou a importância do evento e se disse orgulhoso em receber os egressos.

– É uma alegria muito grande recebê-los aqui e a certeza que temos feito bem o nosso principal trabalho, que é a formação das pessoas. Ficamos muito orgulhosos de saber que nossos estudantes sempre conseguem boas colocações, seja na iniciativa privada ou no setor público – disse.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)

Gerência de Comunicação (ASCOM)
Av. Alberto Lamego, 2.000 – Parque Califórnia – Campos (RJ)
Telefones: Ascom: (22) 2739-7815 / 2739-7813
Reitoria: (22) 2739-7003
Email: uenf@uenf.br
Gerente de Comunicação: Marco Antônio Moreira