02/03/18

logo-informativo.jpg-melhorado-PARA-PORTAL

Campos dos Goytacazes (RJ), sexta-feira, 02 de março de 2018 – Nº 3.773

Aula Magna discute perspectivas do ensino superior público

Malvina Tuttman ministrou a Aula Magna de 2018 na UENF

A Aula Magna do ano letivo de 2018 na UENF foi marcada por um clima de otimismo e esperança em melhores dias. Com o tema “Perspectivas do ensino superior público”, a Aula Magna foi proferida pela professora da Escola de Educação da Unirio Malvina Tuttman, que atua também como presidente do Conselho Estadual de Educação (CEE).

Ao abrir o evento, o reitor da UENF, Luís Passoni, disse que, embora a Universidade ainda não tenha recebido este ano os duodécimos que lhe cabem, já é possível perceber um novo clima no campus, com a volta do trabalho dos serviços de jardinagem e de recepção dos prédios. Frisou ainda que no último dia 27 foi realizado com sucesso o pregão para a escolha da nova empresa de vigilância, cujo serviço deverá voltar a funcionar já neste mês de março.

– Embora não tenhamos ainda recebido nenhuma parcela dos duodécimos, temos esperança de que em breve isso seja feito. Não tem mais pra onde fugir, pois com a aprovação da PEC 47 agora isso faz parte da Constituição Estadual. Tivemos um período muito difícil em 2016 e 2017, com custeio zero, mas acreditamos que este ano será diferente, e já podemos ver os sinais disso no campus – disse o reitor.

Passoni agradeceu aos novos alunos por escolherem a UENF e pediu a ajuda do corpo discente na discussão da reposição das aulas. Segundo o reitor, depois de várias discussões nos colegiados superiores, chegou-se à conclusão de que não seria possível fazer uma reposição nos moldes tradicionais.

– Nesse momento, está sendo discutida nos Laboratórios uma reposição de uma maneira não convencional. É muito importante que vocês, alunos, participem e mostrem às coordenações quais as maiores carências e necessidades em cada curso. Estamos dispostos a empreender todos os esforços necessários para que haja o mínimo de prejuízo para todos vocês – disse.

Malvina conclamou os alunos a não desistirem de acreditar na Universidade.

Em sua explanação, Malvina Tuttman afirmou que está havendo um retrocesso na área de Educação e que os “sinais” deste processo podem ser vistos a todo instante. Ela vê com preocupação o ressurgimento de uma visão hegemônica e igualitária da estrutura social brasileira, segundo a qual a sociedade oferece as mesmas oportunidades para todas as pessoas e aqueles que não conseguem uma boa posição social “não se esforçam”.

– Deveria ser lógico que a estrutura social não é nem um pouco hegemônica nem igualitária. No entanto, muitos estão assumindo posições contrárias, inclusive entre governantes – disse

Segundo Malvina, isso explica o atual projeto de educação que impera no País, voltado essencialmente para a manutenção dessa estrutura social.

– Para alguns poucos privilegiados, tudo; para a grande população, nada. Nas propostas governamentais, em todos os níveis, está embutida a manutenção do status quo. Se percebemos a estrutura social como não hegemônica, nossa proposta educacional deve ser transformadora dessa estrutura social. Isso implica na necessidade de investir nas instituições educacionais públicas. Só assim teremos proposta emancipadora da educação – afirmou.

Malvina encerrou sua explanação conclamando os alunos a não desistirem de acreditar na universidade:

– Ter um título na UENF é um grande título. Não troquem isso por nada. Foi uma conquista de cada um de vocês, então não cedam a quem quer acabar com tudo isso.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

 Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)

Gerência de Comunicação (ASCOM)
Av. Alberto Lamego, 2.000 – Parque Califórnia – Campos (RJ)
Telefones: Ascom: (22) 2739-7815 / 2739-7813
Reitoria: (22) 2739-7003
Email: uenf@uenf.br
Gerente de Comunicação: Marco Antônio Moreira