25/10/17

logo-informativo.jpg-melhorado-PARA-PORTAL

Campos dos Goytacazes (RJ), quarta-feira, 25 de outubro de 2017. Nº 3.737

Governador promete quitar salários e  13º até o final do ano

Reitor da UENF participou de reunião com Pezão na última sexta-feira, na qual o governador prometeu manter o pagamento normalizado a partir de janeiro

O governador Luís Fernando Pezão prometeu colocar em dia os salários dos servidores e bolsas dos estudantes até o final do ano, incluindo o décimo terceiro de 2016 e o décimo terceiro de 2017, bem como manter o respectivo pagamento normalizado a partir de janeiro de 2018. A promessa foi feita em reunião ocorrida na última sexta-feira, 20/10/17, com os reitores das universidades estaduais e instituições de fomento à pesquisa, entre outros. O reitor da UENF, Luís Passoni, esteve presente à reunião, ao lado dos reitores da Uerj, Ruy Garcia Marques, e da Uezo, Maria Cristina de Assis.
Em sua explanação, o reitor da UENF abordou a questão salarial, afirmando que é imprescindível, prioritário e urgente que o Governo normalize o pagamento dos salários dos servidores e bolsistas das universidades. Passoni também abordou a questão da Proposta de Emenda Constitucional 47 (PEC 47), que estabelece a transferência em duodécimos, para as universidades, do orçamento aprovado na Lei Orçamentária Anual (LOA), e que deve ser votada até o final do ano pela Alerj.
– Precisamos deste instrumento para poder assumir uma maior responsabilidade no equacionamento da situação de calamidade que vive a universidade – disse o reitor.
O diretor científico da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Wanderley de Souza, abriu a reunião informando sobre as possibilidades de colaboração da Finep com o Estado do Rio de Janeiro e demais Estados. Segundo Wanderley, a Finep deverá auxiliar, portando recursos para serem aplicados na produção científica do Estado do Rio de Janeiro. O diretor regional do CNPq também informou que há recursos do órgão para o Governo do Estado, mas que não estão sendo liberados em virtude de débitos do Estado. O governador disse que irá resolver o problema das dívidas da Faperj, que estão travando o recebimento dos recursos do CNPq.
– O governador reclamou da questão do petróleo  e eu aproveitei pra falar que foi uma lástima muito grande que o Brasil tenha abandonado a política de  conteúdo nacional na exploração do petróleo. Disse que era contraproducente vender petróleo bruto a preço baixo no barril e que seria mais interessante retomar o modelo anterior, uma exploração mais lenta com conteúdo nacional, bem como retomar as obras do Conperj pra podermos refinar e a parar de importar derivados como lubrificantes e querosene de aviação – disse Passoni.
Também estiveram presentes à reunião o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social, Gustavo Tutuca; o presidente da Academia Brasileira de Ciências, Luís Davidovich; o presidente da Faperj, Ricardo Vieiralves; a diretora de Tecnologia da Faperj, Eliete Bouskela; o diretor científico da Faperj, Jerson Lima; a vice-reitora da Uerj, Maria Georgina Muniz Washington; o chefe de gabinete da presidência da Faperj, Roberto Dória; a vice-reitora da Uezo, Luanda Silva de Moraes; o professor Luiz Pinguelli Rosa, da UFRJ e Academia Brasileira de Ciências; e o presidente do Conselho Superior da Faperj,  Jacob palis, entre outros.

Aberta a Mostra de Extensão IX UENF-IFF-UFF e I UFRRJ

Com o entendimento unânime de que a extensão universitária, neste momento, guarda um papel ainda mais importante diante do cenário político nacional, foi aberta na tarde da última terça-feira, 24/10/17, a Mostra de Extensão IX IFF-UENF-UFF e I UFRRJ, no Centro de Convenções Oscar Niemeyer, na UENF. Na solenidade de abertura, os representantes das quatro instituições organizadoras do evento ressaltaram a necessidade de valorização da extensão universitária como forma de fortalecer a interação entre a universidade e a sociedade.
– Neste momento, a extensão tem um papel ainda mais importante. Estamos levando o que fazemos dentro da universidade para fora de seus muros. Hoje a extensão tem caráter emancipatório, pois, se ficarmos trancados em nossos gabinetes e laboratórios, nada vai impedir que os governos façam o que querem conosco. Esse evento, feito sem quase nenhuma verbam mostra que podemos contar com a população quando precisamos, pois é fruto de muitas parcerias com a comunidade. É importante lembrar que os governantes passam, mas nós continuamos – disse o pró-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários da UENF, Olney Vieira da Motta.
A vice-reitora da UENF, Teresa Peixoto, que representou o reitor Luis Passoni na solenidade de abertura, disse que a realização da Mostra de Extensão é mais um dos inúmeros eventos feitos este ano com muito esforço da comunidade acadêmica, já que a universidade não vem recebendo recursos.
– É muito importante conseguirmos realizar este evento num momento adverso como este. E a extensão tem um papel fundamental na aproximação com a comunidade, pois estabelece uma troca entre o conhecimento científico e popular. A junção destas quatro instituições, neste momento, também é de suma importância, pois mostra que temos a capacidade de nos unirmos e, desta forma, conseguir forças para modificar este cenário. Precisamos, juntos, mudar os rumos do País e garantir o futuro das universidades, das liberdades e da democracia – disse.
A solenidade de abertura teve início com um minuto de silêncio em homenagem ao professor Pedro Lyra, que faleceu na segunda-feira, 23/10/17. Em seguida, foi exibido um vídeo sobre o tema da 14ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, da qual o evento faz parte: “A matemática está em tudo”. A mesa de abertura teve ainda a presença do pró-reitor do IFF, Vicente de Paula Oliveira; do diretor da UFF, Roberto César Rosendo; e do diretor da UFRRJ, Jair Felipe Ramalho.
Após a solenidade, foi proferida a palestra de abertura com o tema “Extensão na Universidade Pública Brasileira: reconhecer diferenças para construir resultados?”, pela professora Lílian Bahia.  A Mostra de Extensão se estende até sábado, 28/10/17, com atividades acadêmicas, apresentação de trabalhos de extensão, palestras, mesas-redondas minicursos, oficinas, atividades de arte e cultura, exposições, cinema e feira de ciências. Veja aqui a programação.
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)

Gerência de Comunicação (ASCOM)
Av. Alberto Lamego, 2.000 – Parque Califórnia – Campos (RJ)
Telefones: Ascom: (22) 2739-7815 / 2739-7813
Reitoria: (22) 2739-7003
Email: uenf@uenf.br
Gerente de Comunicação: Marco Antônio Moreira