01/08/17

logo-informativo.jpg-melhorado-PARA-PORTAL

Campos dos Goytacazes, terça, 1º de agosto de 2017. Nº 3.707

Dossiê vai homenagear sesquicentenário de Nilo Peçanha

Nilo Peçanha (Fonte: Blog Pensei Diferente – http://ralphbraz.blogspot.com.br/2016/10/nilo-pecanha-comemoracoes-em-campos.html)

Chamada Pública seleciona artigos acadêmicos para compor o dossiê eletrônico, a ser publicado em outubro de 2018 

O Grupo de Trabalho do Sesquicentenário de Nilo Peçanha e a Editora da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (EDUENF) estão convocando autores para participarem da seleção de 20 artigos acadêmicos para compor o dossiê eletrônico em homenagem ao sesquicentenário de Nilo Peçanha, a ser publicado em outubro de 2018. A Chamada Pública nº 01/2017 será aberta de 07/08/17 a 11/05/2018, ou até o recebimento de 30 submissões. As propostas devem ser enviadas para o endereço eletrônico da EdUENF – eduenf@uenf.br – em conformidade com as normas apresentadas nesta chamada.

Nascido em Campos no ano de 1867, Nilo Peçanha formou-se em Direito pela Faculdade do Recife e entrou na vida política em 1890, quando foi eleito deputado na Assembleia Nacional Constituinte pelo Partido Republicano. Em 1903, foi presidente do Estado do Rio de Janeiro e, entre 1906 e 1909, chegou à vice-presidência da República, assumindo o posto de presidente do Brasil com a morte de Afonso Pena, cargo que ocupou de 1909 a 1910. Nilo Peçanha também ocupou os cargos de senador pelo Estado do Rio de Janeiro (1912-1914), chefe do Executivo do Estado do Rio de Janeiro novamente (1914-1917) e ministro das Relações Exteriores do Brasil (1917-1918). De família humilde, Nilo Peçanha sofreu preconceito por ser mestiço, tendo defendido o abolicionismo e a instauração do republicanismo.

O Dossiê Sesquicentenário de Nilo Peçanha – o maior estadista fluminense busca ensaios e artigos analíticos e críticos que explorem e contextualizem as várias atuações de Nilo Peçanha em sua vida pública. Os trabalhos devem destacar, analisar, avaliar e articular o papel, os posicionamentos, as decisões (as consequências destas), bem como as contradições de Nilo Peçanha enquanto advogado, jornalista, político, administrador público, ministro das Relações Exteriores e entusiasmado promotor do movimento de desenvolvimento econômico nacional mediante a promoção da industrialização e de políticas educacionais. Serão bem-vindos escritos que explorem as relações de Nilo Peçanha com seus interlocutores (aliados e opositores), com as oligarquias, a maçonaria, os militares, as questões sociais e raciais, e o “coronelismo”, entre outros atores eminentes e demais tópicos sensíveis em seu tempo.

Veja a íntegra da Chamada Pública aqui.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)

Gerência de Comunicação (ASCOM)
Av. Alberto Lamego, 2.000 – Parque Califórnia – Campos (RJ)
Telefones: Ascom: (22) 2739-7815 / 2739-7813
Reitoria: (22) 2739-7003
Email: uenf@uenf.br
Gerente de Comunicação: Marco Antônio Moreira