07/06/16

logo-informativo.jpg-melhorado-PARA-PORTAL

Campos dos Goytacazes, terça, 07 de junho de 2016. Nº 3.595

UENF terá Núcleo de Excelência em Ecologia

Projeto foi contemplado no Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (PRONEX), da Faperj, em parceria com o CNPq

Mangue Barra de Sao Joao 3-menor

Manguezal de Barra de São João (Casimiro de Abreu, RJ)

A UENF foi uma das instituições contempladas no Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (PRONEX), realizado pela Faperj em parceria com o CNPq. Coordenado pelo professor Carlos Eduardo de Rezende, do Laboratório de Ciências Ambientais (LCA), o projeto contemplado pelo PRONEX 2015 abarca o Núcleo de Excelência em Ecologia de Ecossistemas Terrestres e Aquáticos.

Lançado no final de 2015, o PRONEX tem por objetivo dar suporte à continuidade de projetos de grupos consolidados de pesquisa científica, tecnológica e de desenvolvimento, com excelência reconhecida. Além da UENF, o Núcleo de Excelência em Ecologia de Ecossistemas Terrestres e Aquáticos envolve pesquisadores de mais três universidades brasileiras: a UFRJ, UFF e PUC/RJ.

A equipe que atuará no projeto é formada por pesquisadores com experiência prévia em projetos de cooperação científica. São todos professores de programas de pós-graduação bem conceituados: Ecologia e Recursos Naturais (UENF), Genética (UFRJ), Geoquímica Ambiental (UFF) e Química Inorgânica Analítica (PUC/RJ).

– O Núcleo irá agrupar pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, tais como biologia, geologia, química e oceanografia. Este  esforço de integração é fundamental para o avanço das ciências que possuem diferentes interfaces nas geosferas (ex.: litosfera, pedosfera, hidrosfera e atmosfera) e biosfera – diz Rezende.

Dentre as diversas ações a serem implementadas pelo Núcleo, uma é comparar os processos costeiros sob diferentes condições ambientais. As áreas que deverão ser alvo destas pesquisas são a região costeira do Rio Paraíba do Sul; a região de Cabo Frio e Arraial do Cabo; e a região de Abrolhos.

– A região costeira do Rio Paraíba do Sul foi escolhida em função de sua grande importância. Trata-se de um recurso hídrico estratégico para a agricultura, indústria e abastecimento humano, especialmente para o Rio de Janeiro. Abriga também a maior faixa de manguezal do Norte Fluminense – afirma o professor, lembrando que o O LCA/UENF, junto com as instituições parceiras, tem atuado sistematicamente desde 1994 no sentido de estabelecer uma base contínua de dados hidroquímicos coletados na saída da bacia do Paraíba.

Além do coordenador Carlos Eduardo Rezende, da UENF, o Núcleo tem a participação dos seguintes professores:  José Marcus Godoy (PUC/RJ), Ana Paula Di Benedito (UENF), Fabiano Lopes Thompson (UFRJ), Emmanoel Vieira da Silva Filho (UFF), Ângela Pierre Vitória (UENF), Marcelo Correa Bernardes (UFF), Cristiane Carneiro Thompson (UFRJ), Vinícius Tavares Kutter (UFF), Marcelo Gomes de Almeida (UENF) e Marcos Alberto Lima Franco n(UENF).

Participam ainda os pós-graduandos e técnicos  Pedro Meirelles, Jomar Marques da Silva Junior, Laura Helena de Oliveira Cortes, Beatriz Ferreira de Araújo, Frederico Pinto de Brito, Emilane Pinheiro da Cruz, Raffaela Araújo Dângelo, Raphaela Menezes da Silva, Iris Heringer Gama, Pedro Paes Caldeira, Alice Maria da Silva Rodrigues, Thiago Pessanha Rangel, Diogo Quitete e Bráulio Cherene.

III Encontro de Genética e Melhoramento de Plantas do Estado

maracujáA UENF vai sediar, de 12 a 14/09/16, o III Encontro de Genética e Melhoramento de Plantas do Estado do Rio de Janeiro – Técnicas experimentais e biométricas aplicadas ao melhoramento de plantas: utilização atual e perspectivas (EGMP). Dirigido a estudantes de graduação, pós-graduação e profissionais da área de melhoramento de plantas, o Encontro é organizado pela Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas da UENF, a Sociedade Brasileira de Melhoramento de Plantas/Regional do Rio de Janeiro e o Núcleo de Estudos de Genética e Melhoramento de Plantas/Ganho Genético
O evento é uma oportunidade para que especialistas no tema, profissionais da área e estudantes possam debater em profundidade os procedimentos experimentais e biométricos disponíveis aos melhoristas de plantas. Segundo os organizadores, o evento tem o objetivo de promover o debate sobre aspectos aparentemente conflitantes e que justificam uma discussão adequada no sentido de se buscar, quando possível, opiniões de consenso ou quem sabe, levantar outras perguntas que possam ser investigadas no futuro.

O Evento visa também o aprofundamento nas principais alternativas biométricas disponíveis e que poderão maximizar a eficiência dos programas de Melhoramento das diferentes culturas em termos de ganhos genéticos e consequentemente no desenvolvimento de novas cultivares, tão necessárias para sustentabilidade da Agricultura.

Mais informações aqui

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)

Gerência de Comunicação (ASCOM)
Av. Alberto Lamego, 2.000 – Parque Califórnia – Campos (RJ)
Telefones: Ascom: (22) 2739-7815 / 2739-7813
Reitoria: (22) 2739-7003
Gerente de Comunicação: Fúlvia D’Alessandri (Jornalista)