10/06/13

Informativo da UENF

Campos dos Goytacazes, segunda-feira, 10 de junho de 2013 – Nº 3.159

Mostra de bettas tem participação da UENF

A exposição foi realizada em Patrocínio de Muriaé (MG)

A exposição foi realizada em Patrocínio de Muriaé (MG)

Realizada no âmbito da XXIV Exposição Agropecuária de Patrocínio de Muriaé (MG), a Mostra teve a participação de 42 produtores assistidos pela UENF

Pela sétima vez consecutiva, a UENF participou do julgamento da Mostra Competitiva de Bettas da XXIV Exposição Agropecuária de Patrocínio de Muriaé (MG), ocorrida no último dia 31. Os julgadores foram o professor Manuel Vazquez Vidal Júnior, do Laboratório de Zootecnia e Nutrição Animal (LZNA) da UENF — especialista em peixes ornamentais — e o criador João Falcão.

O município de Patrocínio de Muriaé é um dos assistidos pelos pesquisadores do setor de Aquicultura do LZNA/UENF na Zona da Mata Mineira, principal polo de produção de peixes ornamentais no país. Manuel Vazquez, que coordena este trabalho, atua há 25 anos no local — 12 deles como pesquisador da UENF. Seu principal objetivo é ajudar os criadores a produzir peixes ornamentais de maior qualidade, a partir do uso das tecnologias desenvolvidas na Universidade.

Dos cerca de 70 produtores de Patrocínio de Muriaé assistidos pela UENF, 42 participaram da Mostra Competitiva, organizada pela Associação de Aquicultores dos municípios de Patrocínio e de Barão do Monte Alto (Aquipan). Foram premiados 15 peixes de nove expositores diferentes, que receberam troféus e dinheiro. No total, participaram da Mostra Competitiva cerca de 260 bettas.

— A intenção do julgamento é verificar se os produtores estão fazendo a seleção genética dentro dos padrões de qualidade. Verificamos aspectos como cor, formato da cauda, da cabeça e das nadadeiras, estado geral e comportamento dos peixes, entre outros — explica o professor, lembrando que os peixes que vencem a competição se tornam bem mais valorizados.

betta 2Vazquez é o coordenador do projeto de extensão  “Consolidação da tecnologia ‘patrocínio’ de produção intensiva de peixes ornamentais em sistema de produção familiar”, que conta ainda com a participação dos bolsistas João Vitor Manhães, Layna De Pre e Helen Azevedo.

Em setembro, Patrocínio de Muriaé deverá sediar um encontro prévio para o Enabettas (Encontro Nacional de Criadores de Bettas), marcado para novembro, no Rio de Janeiro, reunindo produtores de várias partes do país. Nos dois últimos anos, um produtor de peixes do município, Ronaldo Vilela, foi um dos premiados no Enabettas. Como o encontro é o mais importante do país, seus peixes tiveram uma grande valorização no mercado.

— Os peixes que vencem o Enabettas deixam de custar R$ 1 ou R$ 2 a unidade e passam a um preço que varia de R$ 100 a R$ 200. Nossa meta é inserir cada vez mais peixes no Enabettas, fazendo com que a região da Zona da Mata Mineira passe a ser considerada um local de produção de peixes de alta qualidade — diz Vazquez.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .  . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

 Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF)

Diretoria de Informação e Comunicação (DIC) / Gerência de Comunicação (ASCOM)
Av. Alberto Lamego, 2.000 – Parque Califórnia – Campos (RJ)
Telefones: Ascom:  (22) 2739-7119 /8841-2139
Reitoria: (22) 2739-7003
Disque-Uenf:  0800 025 2004 (ligação gratuita)
Jornalistas: Gustavo Smiderle e Fulvia D’Alessandri
Publicitário: Felipe Moussallem
Estagiárias de Jornalismo: Letícia Barroso, Rebeca Picanço e Thaís Peixoto
E-mail: uenf@uenf.br